Rodrigo diz que o Vitória pecou na falta de eficiência e avalia falhas defensivas da equipe

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 03 de Janeiro de 2021 21:58
Foto: Letícia Martins/ECV

Na primeira partida do Vitória em 2021, o time voltou a repetir os mesmos erros de partidas passadas, pecou nas bolas aéreas defensivas e ficou no empate em 1 a 1, em casa, contra o Operário, na noite deste domingo. Após a partida, o técnico Rodrigo Chagas analisou o resultado e destacou que sua equipe teve o controle da partida, mas pecou pela falta de eficiência.

"Fizemos um primeiro tempo razoável, conseguimos um gol logo no início. Tomamos um gol de bola parada, que trabalhamos muito. Infelizmente cedemos o empate. Ainda no primeiro tempo não funcionamos da maneira que trabalhamos. No intervalo fizemos a correção, conseguimos ter o controle do jogo, onde o adversário veio bem fechado, buscando transição, jogando no nosso erro. Tivemos muita dificuldade pelo fato da equipe deles jogar defensivamente. A gente encontrou pouco espaço, mas no segundo tempo melhoramos, tivemos o controle do jogo, mas não foi efetivo para conquistar o resultado", disse.

O treinador também explicou as mudanças que fez no time, especialmente no segundo tempo e destacou as dificuldades que o adversário trouxe. 

"Enfrentamos um adversário que veio jogar no nosso erro, jogando o tempo todo em transições. Ajustamos no intervalo, principalmente quando a gente entra em um 3-5-2, os atacantes de beirada procuram criar espaço para a ultrapassagem dos laterais. Isso já vinha acontecendo. Não só nesse jogo, também em outros jogos. Acho que, na realidade, não fomos felizes ou eficazes dentro daquilo que trabalhamos diariamente".
Rodrigo aproveitou a ocasião para avaliar o sistema defensivo do time, um dos mais vazados da Série B.

"Trabalhamos bastante nesses dias, corrigimos muito. Não só aspectos de equilíbrio defensivo sem a bola, mas também trabalhamos muito a questão da bola parada. Infelizmente levamos o gol. Trabalhamos exaustivamente. Levamos o gol de empate no momento em que havíamos conseguido o gol e acreditávamos que o adversário iria se expor, teríamos espaço para jogar. Agora é trabalhar, corrigir mais ainda esses aspectos, principalmente defensivos, para minimizar os erros para o jogo contra o América-MG".

Por fim, o comandante falou sobre a escolha por Bocão para atuar na lateral-direita.

"A gente analisa esse aspecto, pelo fato de ter um zagueiro jogando na lateral esquerda, Bocão ser mais ofensivo que Leandro. Leandro é um jogador que, defensivamente, tem um comportamento melhor que Bocão. Mas, como foi falado, tivemos as baixas de Léo Morais e Van. Na realidade, utilizamos a opção que achamos que, dentro do que a gente está trabalhando, se encaixa melhor".


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade