Cláudio Prates reconhece dificuldade ofensiva do time em empate: “Falta vontade de fazer gol”

Autor(a): Redação Galáticos Online em 07 de Março de 2021 19:02
Foto: Felipe Oliveira/ECB

O Bahia voltou a jogar mal e pelo Campeonato Baiano. Na tarde deste domingo, contra o Vitória da Conquista, o time de Transição não saiu do zero a zero e somou somente um ponto jogando fora de casa. Após a partida, o técnico Cláudio Prates lamentou o resultado e reconheceu as dificuldades ofensivas do time. 

“Concordo com o segundo tempo. Acho que, no primeiro tempo, a gente conseguiu controlar o jogo, fizemos todas as ações que os meninos têm feito nos jogos. Neste último jogo [Bahia e Unirb], eu estive ausente, e a gente conseguiu acrescentar muito a essa entrada de último terço no adversário, a chegada na entrelinha. Mas, infelizmente, a partir daí, realmente a gente está com dificuldade. De finalizações, de criar algum espaço que nos gere isso. Hoje, de novo, tivemos algumas chances perdidas, num jogo difícil, um calor muito grande aqui em Conquista, e com um campo que prende muito a bola. Então nosso número de passes hoje foi muito grande. Mas, principalmente, no segundo tempo. Acho que, no primeiro tempo, a gente conseguiu controlar o jogo”, disse o treinador e completou: 

"[...] A gente tem que ter algo mais comportamental, principalmente na fase ofensiva, de querer finalizar, de ter realmente mais vontade de fazer o gol. Isso está faltando, e a gente precisa trabalhar isso. Com certeza, vamos ter nos próximos jogos", avaliou.

Prates também revelou ter dado uma bronca nos jogadores pelo desempenho nos últimos jogos.

“Sabíamos dessa sequência, que seria muito difícil, principalmente com a primeira rodada da Copa do Nordeste, em termos de logística, em termos de desgaste dos meninos. Sabíamos que teríamos muito pouco tempo para treinar. E, além do mais, a situação normal de uma equipe de transição, de jovens, da questão de oscilação de um jogo para o outro. Cobrei internamente, eles sabem disso, porque nossa relação é muito sincera, em relação à evolução, que já deveria estar melhor. Aceitei um pouco as desculpas, e não gosto das desculpas em relação ao pouco tempo que eles conseguiram trabalhar juntos. Mas, acima de tudo, já temos um tempo bom. Obviamente, todos vão ter oportunidades para, durante esses treinos, mostrar que têm condições de começar jogando o clássico”.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade