Campeão brasileiro pelo Bahia, Dico Maradona lamenta "não ter ido mais longe" no clube

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 09 de Julho de 2020 22:02
Foto: Ulisses Gama / BN

Dico Maradona fez parte do elenco campão brasileiro pelo Bahia em 1988. Apesar de reserva à época, o jogador gozava de grande prestígio junto à torcida por sua habilidade com o pé esquerdo.

Nesta quinta-feira (9), o ex-meia concedeu entrevista à Equipe dos Galáticos e logo explicou a origem do apelido. "Quando eu surgi em Ilhéus, o Maradona estava no auge. Por ser canhoto e conhecido como Dico, me deram o apelido de Maradona".

Em seguida, ele lembrou sua passagem pelo Tricolor. "Cheguei no final de 84, na época no juvenil. Fiz um teste e fui aprovado. Tive minha primeira chance no profissional em 86. Em 88 estava no grupo. Entrava sempre no lugar de Bobô ou de Marquinhos. Foram cinco anos de Bahia. Saí em 90, para o Fluminense, depois fui emprestado ao Vitória e retornei ao Bahia".

Mas apesar da alegria com o título, Dico não escondeu a chateação por não ter feito mais sucesso com a camisa tricolor. "Poderia ter do mais longe no Bahia. A parte física me prejudicou. O clube também não tinha estrutura, não tinha um fisiologista. Mas, são coisas do futebol".

Por fim, o ex-atleta, hoje aos 52 anos, revelou que segue ao lado de ex-companheiros do Esquadrão, mas em outro ramo profissional. "Hoje trabalho com o deputado Bobô, na Assembleia. Eu, Sandro e Zé Carlos", encerrou.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade