Gilmar relembra início no Vitória e fala sobre arritmia que o tirou do Corinthians em 2010

Autor(a): Redação Galáticos Online em 10 de Junho de 2020 22:30
Foto: Arquivo Pessoal

Dando sequência a série de entrevistas, o Itapoan Esportes, programa esportivo que vai ao ar de segunda à quinta, na Rádio Itapoan FM, entrevistou, nesta quarta-feira (04), o ex-atacante do Vitória, Gilmar. Hoje com 36 anos, o atleta relembrou sua passagem pelo rubro-negro baiano e revelou detalhes do início do ciclo no clube.

“Joguei o Intermunicipal em 1999, com apenas 15 anos e consegui me destacar, marcando 4 gols. De lá, fui convidado para fazer um teste no Vitória e acabei ficando. Na base foram 3 anos e mais 3 como profissional. Lembro do meu primeiro jogo com a camisa do Leão, que foi contra o Atlético de Alagoinhas, pelo Campeonato Baiano, ali foi a realização de um sonho de um menino e me passou um filme na cabeça.

Conhecido por onde passou por sua velocidade, Gilmarcker, como é carinhosamente chamado pela torcida do Vitória, falou sobre a parceria com Geninho, que o ajudou a alinhar sua agilidade com maior precisão nas finalizações. 

“Geninho, que está hoje no Vitória, foi meu comandante na época. Por conta da minha velocidade, ele começou a me orientar e me colocou para eu jogar mais próximo ao gol. Daí comecei a treinar finalizações e fui jogar de falso 9, graças a Deus fui muito feliz e pude marcar alguns gols que me ajudaram a ser reconhecido no cenário nacional”.

O ex-atacante também falou sobre a temporada de 2004, que na sua opinião foi sua melhor com a camisa do rubro-negro, e revelou os dois jogos mais marcantes pelo clube baiano. 

“Minha melhor temporada no Vitória foi em 2004. Fui artilheiro do baiano naquele ano e, de quebra, ainda sair com o título da competição. Dentro das quatro linhas, dois jogos me marcaram bastante: um BaVi, no Barradão, pelo Baiano, onde vendemos por 6 a 2 e eu marquei 2 gols; e o outro contra o Santos, pelo Brasileiro, onde eu entrei no segundo tempo, marquei um e sofri um pênalti”.

Por fim, Gilmar comentou sobre a arritmia que descobriu em 2010, quando foi reprovado nos exames médicos do Corinthians.

“Descobrir a arritmia só quando fui fazer os exames para assinar com o Corinthians. Depois de muitos estudos, os médicos chegaram à conclusão que isso foi decorrente de dois dentes que arranquei nas férias, infeccionou e causou esse problema no coração”

Além do Vitória, o atacante acumula passagens pelo Santos, Grêmio, Criciúma, Grêmio Prudente (onde disputou Brasileiro Série A) no Japão, no Tokyo Verdy (2006) e Yokohama FC (2007-2008), na França, no Guingamp (2010- 2011) e Náutico, seu último clube (2008, 2009 e 2017-2018).

Com a camisa do Leão, conquistou três títulos do Campeonato Baiano (2003, 2004 e 2005) e uma Copa do Nordeste (2003); com o Santos levantou a taça do Campeonato Paulista em 2006.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade