Após derrota, Bahia vai pedir áudios e entrar com representação contra arbitragem

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 10 de Dezembro de 2020 17:00
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Após a derrota por 3 a 2 para o Defensa y Justicia, na Arena Fonte Nova, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana, a diretoria do Bahia decidiu entrar com uma representação contra a arbitragem da partida. Para se ter noção, apenas na primeira etapa, a partida teveseis interferências do VAR e ficou paralisado por 17 minutos.

O trio de arbitragem é do Equador e teve Guillermo Guerrero como árbitro, auxiliado por Christian Lescano e Byron Romero. O árbitro de vídeo foi o uruguaio Daniel Fedorczuk, e segundo o Ge.com, ainda hoje o Bahia pedirá os áudios e entrará com a representação contra a arbitragem.

O técnico do Bahia, Mano Menezes, enxergou a arbitragem da partida como catastrófica e questinou veementemente a anulação do gol de Gilberto, quando o jogo ainda estava 1 a 0.

"Sobre a arbitragem, foi catastrófica. Não tem outra palavra para isso. Um árbitro que para quatro vezes para ir ao VAR no primeiro tempo, nessas quatro nunca demora menos do que cinco minutos. Ele tira do jogo o tempo que o jogo tem que ser jogado. É isso que está acontecendo e precisa resolver. Hoje foi muito grosseiro, discutível, tudo que aconteceu no primeiro tempo. E isso, logicamente, para equipe que sai perdendo, cria uma dificuldade, você não consegue imprimir ritmo para reação. Mesmo assim, tivemos um pênalti e perdemos, seria o gol de empate. Mesmo assim, empatamos e achamos que o lance de Gilberto é muito discutível como entendimento", comentou o treinador.
 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade