“É uma realidade”, diz auxiliar de Mano Menezes sobre luta do Bahia contra rebaixamento

Autor(a): Redação Galaticos Online em 12 de Dezembro de 2020 22:05
Foto: Bruno Queiroz / EC Bahia

O Bahia entrou em campo na noite deste sábado (12), e perdeu por 3 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque. A derrota ligou o sinal de alerta para a zona de rebaixamento, uma vez que o Tricolor pode terminar a rodada com um ponto a mais do que o 17º colocado.

Já que Mano Menezes foi expulso do último jogo, o auxiliar dele, Sidnei Lobo, foi quem comandou o elenco tricolor e afirmou que “é uma realidade” a luta do Bahia contra o Z-4.

“É uma realidade [a briga contra o Z-4]. A campanha, a gente teve um momento bom, umas rodadas atrás, onde deu aquela esperança de a gente brigar lá em cima. Vieram tropeços, teve outra competição, lesões, covid... Então acaba atrapalhando o dia a dia, até para tranquilizar os atletas. Mas temos que melhorar bastante, procurar pontuar, porque é um campeonato difícil, todos os jogos são difíceis. A gente tem que focar nele e sair o mais rápido possível dessa situação. O elenco é bom, temos bons jogadores, experientes. E tenho certeza de que eles vão dar uma resposta boa, e nós vamos procurar dar essa consistência para eles”, disse o auxiliar de Mano Menezes.

O Bahia tem levado muitos gols recentemente e isso se tornou uma preocupação para a atual comissão técnica. Perguntado sobre essa situação, Sidnei Lobo disse que tem procurado, no dia a dia, melhor a parte defensiva do Esquadrão.

“Fato que a gente vem tomando muitos gols. E a gente tem procurado, no dia a dia, nos trabalhos, dar uma consistência defensiva. Na parte defensiva... Claro, estoura sempre lá atrás. Então a gente precisa construir essa fase já lá na frente, nos nossos atacantes, volantes, meias. A gente realmente sofreu. Tem nessa mudança de jogador para jogador, que requer um pouco de tempo. Mas não adianta dar muita explicação. Acho que a palavra certa é trabalhar. É isso que a gente precisa encontrar. E dar segurança para eles [os jogadores]. E poder dar uma consistência defensiva. E, quando acontece também determinada situação, quando você sai na frente no placar, dá uma tranquilidade maior. Já fica mais posicionado. Infelizmente, a gente tem sofrido os gols e, depois, você tem que sair para construir, aí acaba não fazendo e fica um pouco vulnerável atrás, porque acaba abrindo mais e acaba sofrendo. Com certeza o Mano [Menezes, técnico do Bahia] vai consertar, vai achar os melhores atletas. Os atletas que estão ali estão se empenhando o máximo. A gente tem que procurar dar uma tranquilidade para eles exercerem da melhor maneira”, disse o profissional.

Agora o Bahia vira a chave e pensa somente no duelo diante do Defensa y Justicia, que é a volta das quartas de final da Sul-Americana. Na ida o Esquadrão perdeu por 3 a 2 e precisa vencer por dois gols de diferença ou por resultados com um gol de diferença que seja acima de quatro gols para o Bahia. Exemplo: 4x3, 5x4, etc. Se o duelo terminar 3 a 2 para o Tricolor, a disputa vai para os pênaltis.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade