Matheus Frizzo destaca pressão de jogar no Vitória: "A gente tem que saber conviver"

Autor(a): Redação Galáticos Online em 14 de Dezembro de 2020 12:00
Foto: Letícia Martins / EC Vitória

O volante Matheus Frizzo concedeu entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (14), na sala de imprensa do Barradão. O atleta falou sobre a pressão de vestir a camisa do Vitória e destacou a força do elenco para reagir na Série B do Campeonato Brasileiro desta temporada.

"Jogando no Vitória sempre vai ter pressão, é um time de expressão, de camisa e o jogador que quer jogar no Vitória, que quer jogar em clube grande como esse, vai ter que conviver sempre com a pressão. Acho normal e até pelo momento que a gente está vivendo, vai ter cobrança, tanto interna como externa e a gente tem que saber conviver e tentar ir para o campo o mais leve possível", disse Frizzo.

Questionado sobre os desfalques, o volante destacou o calendário apertado por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, mas elogiou o elenco rubro-negro. 

"Acredito que esse ano está sendo atípico. Todas as equipes estão sofrendo com desfalques, tanto por causa da pandemia, quanto pelo calendário apertado. A equipe tem um elenco qualificado, na minha opinião, e quem for suprir as ausências, acho que o Vitória vai estar bem servido", afirmou o meio-campista.

Nas últimas rodadas, o Vitória conseguiu uma boa sequência de resultados, o que poderia mudar o objetivo do clube no campeonato. No entanto, a equipe caiu de rendimento novamente e diminuiu a distância para a zona de rebaixamento para quatro pontos.

"Até nas vitórias que tivemos, a gente ficou um tempo sem sofrer gol, sem ser derrotado. Acho que o time vinha criando uma identidade, acho que nos últimos jogos a derrota e o empate veio por detalhes e acredito que a gente, minimizando os erros, podemos sair com o resultado positivo", destacou Frizzo.

"Acredito que foram detalhes. Principalmente a derrota contra o Confiança em casa e o empate com o Cuiabá fora. Mesmo sendo um adversário muito difícil, acho que a gente poderia ter levado a vitória. Contra o Confiança, a gente tinha praticamente o jogo na mão e pelos detalhes a gente acabou cometendo erros e saindo derrotados", continuou.

O atleta destacou a evolução da equipe no começo do segundo turno e a vontade do elenco em reverter a situação na tabela.

"Desde que cheguei no clube, eu senti um time muito incomodado com a posição na tabela. A gente iniciou uma recuperação, mas viemos de resultados negativos. Isso complicou um pouco, mas eu sinto um grupo muito incomodado e com muita vontade de reverter essa situação da equipe. Acho que a gente tem condições e vamos nos dedicar e trabalhar bastante para honrar a camisa do Vitória", contou o jogador.
 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade