Vander lembra retorno ao Bahia em 2012 e afirma: "Grande erro da minha carreira"

Autor(a): Redação Galáticos Online (Instagram - @galaticosonline) em 21 de Maio de 2020 21:48
Foto: Divulgação / Chiangrai United

O atacante Vander concedeu entrevista á equipe dos Galáticos nesta quinta-feira (21). Atuando pelo futebol tailandês, o atleta lembrou dos tempos da base e falou sobre passagens por Bahia, Flamengo e Vitória.

"O primeiro passo começou em São Marcos, bairro que eu nasci. Joguei escolinha com 8, 9 anos, mas logo em seguida, em 2001, já fui para o Bahia. Fiz a base toda no Bahia. quando foi em 2010, ano que subi para o profissional, ano que o Bahia subiu para a primeira divisão", disse.

"Muita dificuldade. Eu nunca tive uma família rica, mas também nunca passei nenhuma dificuldade, nunca passei fome. Graças a Deus sempre tive uma chuteira para treinar, meu pai sempre se esforçou para apoiar o meu sonho e basicamente foi isso. Fiquei muito tempo sem jogar na base, eu era muito magrinho, mas em 2008 comecei a me destacar na base", afirmou.

Vander lembrou da passagem pelo Flamengo e afirmou que foi a primeira experiência com um grande elenco. 

"Foi uma passagem muito importante para o meu crescimento como jogador profissional. Eu costumo falar que talvez, no profissional, foi o ano que passei mais dificuldades. Apesar de ser uma grande equipe, eu tive dificuldades porque não tinha uma condição financeira boa, um ano de carreira. Eu cresci muito como homem, como ser humano. Tive grandes dificuldades no Rio de Janeiro", lembrou.

"Foi o primeiro grande elenco que eu pude fazer parte. Ronaldinho, Thiago Neves, Léo Moura, Renato Abreu, era uma grande equipe. Aprendi ali, no dia a dia, nos treinamentos, nos jogos. Costumo falar que foi o melhor ano de aprendizado que eu tive na vida, foi no Flamengo", falou.

Em 2011, sem espaço no Rubro-Negro Carioca, o atleta retornou ao Bahia. Em depoimento, Vander afirmou que acredita que a escolha tenha sido um erro.

"Em 2011 eu voltei para o Bahia. Foi uma opção particular minha. Acho que talvez esse foi o grande erro da minha carreira. Eu tinha ficado muito tempo sem jogar e lembro que faltando mais ou menos um mês para o fim da temporada, Luxemburgo conversou comigo, falou para o meu empresário ir para o Rio de Janeiro para conversar sobre a renovação, que não ia ser uma coisa muito complicada, mas eu, como tinha muita vontade de jogar, acabei voltando para o Bahia", afirmou Vander.

O atacante lembrou da saída do Bahia e afirmou que recebeu uma melhor proposta do Vitória, fator fundamental para mudança de Vander.

"Tive uma proposta muito boa do Vitória, proposta de quatro anos, antes do Bahia oferecer renovação. Quando o Bahia apresentou essa proposta, era muito abaixo da do Vitória. Eu precisava ajudar minha família, precisava fazer meu 'pé de meia' e acabei acertando com o Vitória", destacou.

De acordo com uma publicação feita pelo Bahia, Vander foi dispensado por deficiência técnica. Questionado sobre a veracidade da nota, o atleta contou outra versão. 

"Quando falei que não ia mais jogar pelo Bahia, o presidente me afastou, me deixou sem jogar. No último mês do contrato, soltou uma nota falando que eu tinha sido dispensado por deficiência técnica. Acho que naquele momento ficou bem claro que era para prejudicar minha carreira, mas graças a Deus deu tudo certo, eu consegui ir para o Vitória, mas não tenho mágoas pelo Bahia, nem pelo presidente", disse Vander.

O ano de 2013 foi memorável para o Vitória. No clube, Vander teve um início arrasador, marcando gols e participando da maioria dos jogos.

"No começo tive um pouco de medo, estava indo direto do Bahia. O começo de 2013 deu muito certo. Eu lembro que no meu segundo jogo já fiz um gol, lembro que naquele BaVi, que foi a inauguração da Fonte Nova, eu também fiz um gol, que foi 5 a 1, a gente foi campeão baiano, eu joguei praticamente todos os jogos. A gente começou muito bem. No segundo turno eu perdi um pouco de espaço, mas eu entendi. Tudo estava dando certo, o Vitória tinha um timão, eu sabia que naquele momento eu não tinha condições de jogar", afirmou o atleta.

Vander Luis Silva Souza, de 30 anos, nasceu em Salvador. Atualmente, o atacante defende a camisa do Chiangrai United, um dos maiores clubes do futebol tailandês. 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade